A Felicidade não está do lado de fora!

by | Mar 4, 2015 | 0 comments

Por vezes os nossos dias parecem uma montanha russa de emoções e de pensamentos que nos preenchem a cabeça. Passamos os dias ansiosos, stressados, insatisfeitos e frustrados com a nossa vida pessoal e profissional, pensando que não existem outras alternativas.

A correria começa cedo e desde o início do dia que ligamos o “piloto automático”: tomar banho, escovar os dentes, levantar as crianças, vestir as crianças, preparar o pequeno-almoço, os ponteiros do relógio a passarem, o horário de entrada na escola, o caminho para o trabalho, o trânsito, o estacionamento, um café e quando nos sentamos à frente do computador para ver os inúmeros e-mails que chegaram, já nos sentimos cansados… E nem demos conta que desde que acordámos até aquele momento já passaram cerca de duas horas, duas horas e meia… E onde estivemos durante esse tempo todo? Muitas vezes não nos lembramos… E pensamos se realmente trancámos a porta de casa ou se desligámos a luz da cozinha antes de sairmos…

Chegamos a casa exaustos e nem nos lembramos do percurso que fizemos a conduzir, ou nos transportes do trabalho para casa. O dia-a-dia torna-se numa rotina em que o passado e o futuro se tornam presente. E quando paramos para pensar, sentimos que não somos felizes e que a felicidade só bateu à porta de alguns. O vazio é cada vez maior e continua à espera de ser preenchido.

O trabalho torna-se numa “trabalheira”, deixando o prazer de fora, mas continuamos a mantê-lo porque temos imensos compromissos financeiros ao final do mês e pensamos que não nos podemos “dar ao luxo” (num tempo de crise) de procurar fazer aquilo que amamos. As nossas relações estão desgastadas pelo tempo ou pela falta dele e vão repetindo o padrão, apesar de as pessoas mudarem. Os hobbies deixaram de existir e deram lugar a “obrigações”. O voluntariado que tínhamos planeado fica para depois da reforma e os problemas de saúde aparecem de forma abrupta e inesperadamente, obrigando-nos a parar. E só nessas alturas é que nos damos conta que passamos dias e meses num automatismo insatisfatório e que não tivemos tempo para olharmos e cuidarmos de nós, para avaliar como está a nossa vida e o que pretendemos atingir para nos sentirmos saudáveis, realizados e tranquilos connosco mesmos.

Está na altura de olharmos e cuidarmos de nós e da nossa vida!

Quantas vezes por semana tomas banho e escovas os dentes? Quantas vezes por semana te alimentas? E quantas vezes por semana cuidas dos teus pensamentos e das tuas emoções? Quantas vezes por semana avalias como está a tua vida, o teu trabalho, o teu relacionamento, ou até mesmo a tua autoestima? Quantas vezes por semana procuras saber de onde vem a tua insatisfação? Quantas vezes por semana implementas objetivos e estratégias para os atingir?

Está na hora de percebermos quem somos, o que nos limita de nos sentirmos realizados, e de nos observarmos de uma forma consciente e observar o mundo que nos rodeia, pois só assim temos a possibilidade de contactarmos com todos recursos que existem dentro de nós e de recriarmos uma Vida fluída, responsável e prazerosa.

Está na hora de avaliares em que ponto te encontras e onde pretendes chegar!

Está na hora de te confrontares com os teus medos ou receios, libertando-os e assumires todo o teu potencial!

Está na hora de mudares, antes que fiques à margem de ti mesmo!

E essa hora é o AGORA!

0 Comments

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

RECENT POSTS

Equilibra o Feminino e o Masculino que há em Ti e Renasce!

Equilibra o Feminino e o Masculino que há em Ti e Renasce!

Hoje celebra-se Ostara, um festival solar também conhecido como Equinócio da Primavera. Este festival marca um momento de união e de amor entre a Deusa (Lua) e o Deus (Sol), pois é um período de igualdade e equilíbrio entre as forças da Natureza e em que o dia e a...

Desperta o Fogo que há em Ti e Floresce!

Desperta o Fogo que há em Ti e Floresce!

Hoje celebra-se o Imbloc, um festival gaélico que comemora a passagem do Inverno e a abertura do caminho para a Primavera. É o dia em que honramos o renascimento do Sol. Este Sabbath originou-se na antiga Irlanda, nas comemorações da Deusa Brighid, Brigid, Brigith,...

Uma viagem de auto-conhecimento…

Uma viagem de auto-conhecimento…

Olá! Como estás? Eu?!.. Pronta para me desligar do dia-a-dia habitual e me permitir ser acolhida pelo som dos pássaros e da água a correr, pelo verde da terra que realça na tela e pela vitalidade das árvores… Mas enquanto isso, faço um balanço e revivo todos os...